joalharia do carmo

1924 – 2024
centenário joalharia do carmo

Fundada a 14 de janeiro de 1924 e habituada, nas primeiras décadas, a receber a elite lisboeta, a Joalharia do Carmo é hoje um espaço que dá palco à mais transversal das artes da joalharia portuguesa: a Filigrana.

No centenário da sua fundação, a Joalharia do Carmo marca a sua história de elegância e tradição. Enaltecendo a arte distintiva da Filigrana, a marca mergulha na rica herança da joalharia portuguesa, dando destaque à técnica que se tornou a sua verdadeira paixão e que se celebrou numa exposição no MNAC- Museu Nacional de Arte Contemporânea de 14 de janeiro a 4 de fevereiro 2024 e que se celebrará novamente de novembro a dezembro de 2024 no Roca Lisboa Gallery, em Lisboa.

Nesta mostra são expostas joias únicas feitas à mão por artesãos combinando métodos e desenhos de produção ancestrais, com um design mais contemporâneo.

Joalharia do Carmo oferece
workshops de Filigrana

Desde que se dedicou em exclusivo à Filigrana de Portugal Certificada em outubro de 2022, a Joalharia do Carmo tem vindo a fazer das suas 5 lojas palco para os artesãos desta arte, para que o mundo conheça os rostos e as mãos de quem está por detrás das joias e do entrelaçar dos fios de ouro e prata (quase!) infinitos que caracterizam a Filigrana.

Detentores de um saber-fazer distintamente português, os nomes dos artesãos das diversas Unidades Produtivas Artesanais estão identificados nos espaços da Joalharia do Carmo, junto às suas joias. Para consolidar ainda mais a dimensão do seu envolvimento com os artesãos, a Joalharia do Carmo oferece nas suas lojas da Rua do Carmo e da Rua da Prata em Lisboa, nos dias 30 e 31 de maio, respetivamente, e ao longo de todo o dia, workshops que permitem aos clientes descobrir como são feitas as joias e aprender as técnicas especializadas dos mestres filigraneiros enquanto fazem uma viagem pelas joias, pelas memórias e pela história dos artesãos na primeira pessoa.

Este evento público de 2 dias incluirá demonstrações ao vivo com ourives e enchedeiras, que convidam os clientes a usar as mãos e a minúcia para produzir uma joia em Filigrana. Com o objetivo de preservar este património português excecional, os artesãos trabalham diretamente com os clientes, proporcionando-lhes o benefício da sua experiência e habilidade num diálogo entre técnica, tradição e criatividade.

Ao organizar os workshops, a Joalharia do Carmo pretende sensibilizar e promover o conhecimento sobre a Filigrana de Portugal Certificada numa campanha de informação que testemunha o compromisso da marca com a continuidade da profissão e da arte, e o desejo de oferecer aos artesãos perspetivas futuras tangíveis de uma profissão artística desafiante, cativante e em constante evolução, ao mesmo tempo que garante aos clientes estarem perante joias únicas no mundo, integralmente feitas à mão.

A Joalharia do Carmo é membro da AORP – Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal.